É estarrecedor notar de quanta banalidade se faz um discurso na Câmara de Florânia. Como pode sair da boca de um determinado vereador ideias tão baratas e rasteiras? Algo do tipo como: “Tem quatro vereadores novatos na câmara e há dois meses ou mais estou na câmara e ainda não li o regimento da casa, porque não me deram”. É a pura confissão da comodidade, sem um mínimo de escrúpulo para com a população que o ouve. Ora, ora, caro vereador, agora que se deu conta da existência de um regimento na casa? Pelo simples fato de não dar uma dentro, como se diz popularmente. Tal vereador não acerta uma, além de repudiar o regimento sendo favorável aos aplausos e aos assovios desmedidos, cai em contradição ao afirmar que o regimento interno está todo emendado, cheio de emendas, sem saber o que está dizendo, uma vez que não leu o próprio regimento.
E o pior... Querem, alguns vereadores, transformar o Presidente da câmara num mal entendido bode expiatório, mas não vão conseguir. Pensam que conseguem oferecer pão e circo para quem os ouve e ser aplaudidos, mas estão redondamente enganados. O povo está de orelha em pé, ouvindo, e ouvindo muito bem tudo, cada palmo de palavra. Comparar o trabalho de um Presidente da câmara ao trabalho de administrador de uma cidade é no mínimo desigual e de valores diferentes.
Um vereador tem que sair em defesa dos indefesos, mas há alguns que estão correndo em defesa daquele com enormes defesas porque se diz advogado de causas perdidas. Como é difícil defender o indefensável? É o desafio da minoria da câmara de nossa cidade das Flores. Estes, defendem o Sr. Prefeito com suas atitudes frias, descabidas e injustas ao afastar dos cargos funcionários concursados e diretores eleitos por voto direto, ao negar o pagamento de insalubridade aos funcionários da saúde pública e ao recusar-se a pagar o Piso salarial dos professores. Fecham os olhos pra isso, mas exigem equivocadamente, em tom de teatro e muita gargalhada, uma sala para a bancada de situação, com mesa, telefone à disposição e etc. Quanta regalia! Até parece a câmara do Senado Federal. Enquanto isso, ouvimos tudo pelo rádio. Determinada vereadora, ao invés de fiscalizar para onde está indo o dinheiro público, faz questão de cobrar coisas insignificantes ao Presidente da câmara, causando um tumulto desnecessário para as discussões de caráter mais sério, como os requerimentos que visam o bem da população.
Portanto, alguns nobres vereadores, diminuam o pão, o circo, o teatro, o sensacionalismo e vamos à luta. Queremos melhores dias para Florânia.


Jackislandy Meira de M. Silva. Professor e Filósofo.


Postagens populares

Atividade no facebook

Categorias

Deus (36) Bíblia (26) Filosofia (26) Jesus (25) Cultura (16) Teologia (16) sociologia (15) Religião (11) vida (11) Cristo (10) Educação (10) política (10) ética (10) Senhor (9) evangelho (9) (8) valores (8) Igreja (6) amor (6) florânia (6) justiça (6) oração (6) salvação (6) louvor (5) paz (5) cristão (4) esperança (4) evangelização (4) graça (4) palavra (4) Espírito (3) alegrias (3) alteridade (3) cidadania (3) culto (3) espiritualidade (3) glória (3) literatura (3) música (3) responsabilidade (3) Aristóteles (2) Lévinas (2) Moisés (2) Paulo (2) Platão (2) Pr. Silas (2) Tv (2) bom (2) comunhão (2) coração (2) criador (2) céu (2) encontro (2) felicidade (2) história (2) ideologia (2) jovens (2) mocidade (2) mundo (2) natureza (2) poder (2) político (2) rosto (2) sociedade (2) solidariedade (2) templo (2) trabalho (2) verdade (2) voz (2) Aurélio (1) Boaz (1) Chile (1) Dalila (1) Davi (1) Drummond (1) Escritura (1) Faraó (1) Habacuc (1) Haiti (1) Heidegger (1) Jaboque (1) Jacó (1) Jerusalém (1) Jonas (1) José (1) Juízes (1) Kant (1) Lutero (1) Mircea (1) Misericórdia (1) Médico (1) Nietzsche (1) Perdão (1) Record (1) Reino (1) Rute (1) Sansão (1) Trindade (1) administração (1) adorador (1) alma (1) altíssimo (1) amizades (1) anjo (1) centenário (1) cidadão (1) conversão (1) corrupção (1) crente (1) criança (1) cruz (1) cruzada (1) denominação (1) desabrigados (1) dissimulação (1) drogas (1) dízimo (1) escudo (1) exaltar (1) família (1) favor (1) fogo (1) fome (1) futebol (1) gestão (1) gratuita (1) homem (1) impunidade (1) individual (1) inteligência (1) jornalismo (1) lugar (1) luta (1) luz (1) mina (1) mineiros (1) mistério (1) mito (1) ordem (1) outro (1) participação (1) pecado (1) pedofilia (1) pedra liza (1) perseverança (1) presença (1) promessa (1) próximo (1) pão (1) quebrantado (1) razão (1) reflexão (1) rios (1) salmo (1) salvador (1) saúde (1) ser (1) serenidade (1) sexo (1) sim (1) subjetividade (1) sucos (1) uvas (1) vaidade (1) violência (1) vitória (1) água (1)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ao mencionar qualquer material deste blog, favor citar o autor Jackislandy Meira de Medeiros Silva. Tecnologia do Blogger.